PUBLICIDADE
Topo

A vitória por “meio a zero” da Primeira Liga, mas com um fio de esperança

André Rocha

28/01/2016 22h47

Não existe futebol sem clubes. Não há clubes sem torcida. E o torcedor não é bobo. 30 mil foram ao Mineirão ver o bom jogo entre Atlético-MG e Flamengo. Pelas circunstâncias, os públicos dos demais jogos foram aceitáveis. Na média, melhores que em qualquer estadual.

Se clubes e suas respectivas torcidas – com o respaldo de parte importante da opinião pública e, muito provavelmente, da emissora que transmite as principais competições nacionais – se impõem de fato, com um mínimo de organização, persistência e, o mais importante, ciência de seu poder, não há quem segure.

Nem a FFERJ de Rubens Lopes, ressentida e agarrada a todos os estatutos e regulamentos possíveis para tentar manter seu nicho de poder. Com todas as suas articulações políticas, assim como a Federação Paranaense. Ambas amortecidas pelos gritos de quem importa neste negócio: as massas e seus objetos de adoração que fazem o capital circular. Com o Flamengo, time mais popular do Brasil, envolvido e em posição de liderança. Sem mais escravidão.

Enfim, uma noite histórica. Talvez de uma "meia vitória", como se fosse possível vencer por meio a zero. Conseguir muito perto do que tinha, mas não o justo. Ainda um triunfo.

A missão agora é realizar a Copa Sul-Minas Rio, mesmo que de forma amistosa, com ordem e bom nível e planejar 2017. Se possível atraindo mais clubes, especialmente de São Paulo – onde está o grosso da grana de publicidade neste país.

Em paralelo, ampliar o poder para outros debates com a CBF fragilizada. Para tomar à frente em definitivo e sem ressalvas, com um bom exemplo de gestão. Que 1987 fique num passado triste, mas distante.

Hoje o dia termina com um fio de esperança. Que venham outros.

Sobre o Autor

André Rocha é jornalista, carioca e blogueiro do UOL. Trabalhou também para Globoesporte.com, Lance, ESPN Brasil, Esporte Interativo e Editora Grande Área. Coautor dos livros “1981” e “É Tetra”. Acredita que futebol é mais que um jogo, mas o que acontece no campo é o que pauta todo o resto. Entender de tática e estratégia é (ou deveria ser) premissa, e não a diferença, para qualquer um que trabalha com o esporte. Contato: anunesrocha@gmail.com

Sobre o Blog

O blog se propõe a trazer análises e informações sobre futebol brasileiro e internacional, com enfoque na essência do jogo, mas também abrindo o leque para todas as abordagens possíveis sobre o esporte.