Topo
Blog do André Rocha

Blog do André Rocha

Categorias

Histórico

São Paulo está no limbo, em uma zona morta. Será que rebaixamento "salva"?

André Rocha

2017-03-20T19:00:41

17/03/2019 00h41

Sem meias palavras ou eufemismos: não houve futebol no Pacaembu. Foi duro de ver o "Choque-Rei" de times ora tensos, ora desinteressados, apesar da situação difícil do São Paulo na tabela do Paulista. Um "espetáculo" estranho que alternou sono e irritação com tantos erros técnicos.

Venceu o Palmeiras quando colocou a bola no chão e o passe de calcanhar de Dudu terminou no chute forte e, coisa rara, certeiro de Carlos Eduardo. Golaço. Um corpo estranho em jogo tão modorrento.

Mas o que cada vez mais impressiona é como o São Paulo vai definhando como clube de futebol e gradativamente perdendo relevância. Mesmo sendo um gigante do nosso futebol. Dos maiores e mais vencedores.

Apesar dos protestos e xingamentos contra o presidente Leco, as derrotas já são encaradas com uma certa passividade. Ou o fatalismo que costuma marcar alguns botafoguenses aqui no Rio de Janeiro. A impressão constante de que algo vai dar errado. Mas também a esperança de que algum "Sebastião" vai voltar com a salvação.

Sempre olhando para o passado glorioso: Ricardo Rocha, Raí, Lugano, Rogério Ceni, Muricy…O desespero é tão grande que não mais que de repente a solução passa a ser…Alexandre Pato! Enquanto espera por Cuca e Vagner Mancini vai perdendo moral para seguir no clube como coordenador técnico.

Difícil ver uma luz porque não há reação. O São Paulo está num limbo, uma espécie de zona morta. Continua grande, mas acomodado em uma sequência de crises que o coloca numa prateleira abaixo. Temporariamente, mas é difícil saber quando vai voltar ao verdadeiro status.

Um olhar distante recorre a um clichê que nem sempre encaixa no contexto: o tricolor do Morumbi parece que precisa de um rebaixamento no Brasileiro para despertar. Algo que chegou a ser uma ameaça real em 2017 até Hernanes voltar e ajudar Dorival Júnior a evitar o descenso inédito.

Não adiantou muita coisa em termos de gestão para Vasco e Botafogo, por exemplo. Mas é possível pensar nas respostas de Grêmio, Corinthians, Atlético Mineiro e até do Internacional no ano passado. Será que bater no fundo do poço pode "salvar" o clube?

Sim, parece simplista. Exatamente porque o problema parece complexo demais. O São Paulo está parado. Ou em suspenso. Às vezes lembra do próprio tamanho. No clássico não joga, perde e mina as esperanças de quem tenta vislumbrar um futuro diferente. Está difícil achar o que se perdeu no caminho.

Sobre o Autor

André Rocha é jornalista, carioca e blogueiro do UOL. Trabalhou também para Globoesporte.com, Lance, ESPN Brasil, Esporte Interativo e Editora Grande Área. Coautor dos livros “1981” e “É Tetra”. Acredita que futebol é mais que um jogo, mas o que acontece no campo é o que pauta todo o resto. Entender de tática e estratégia é (ou deveria ser) premissa, e não a diferença, para qualquer um que trabalha com o esporte. Contato: anunesrocha@gmail.com

Sobre o Blog

O blog se propõe a trazer análises e informações sobre futebol brasileiro e internacional, com enfoque na essência do jogo, mas também abrindo o leque para todas as abordagens possíveis sobre o esporte.

Mais Blog do André Rocha