Topo
Blog do André Rocha

Blog do André Rocha

Categorias

Histórico

Flamengo classificado em jogaço! Corinthians ofensivo só valorizou clássico

André Rocha

2004-06-20T19:23:45

04/06/2019 23h45

A necessidade de reverter a desvantagem de um gol fez o Corinthians valorizar demais a vitória por 1 a 0 e a classificação do Flamengo para as quartas de final da Copa do Brasil.

Mesmo sem Fagner, lesionado e já integrado à seleção,foi a melhor atuação coletiva do time de Fabio Carille em 2019, só faltando a eficiência nas finalizações, belas defesas de Diego Alves à parte.

Porque o time rubro-negro sentiu demais a falta da dinâmica de Cuéllar no meio-campo e do passe diferente de Arrascaeta na articulação – ambos já servindo aos seus países na preparação para a Copa América.

Piris da Motta errou muito no primeiro tempo, mas se aprumou na volta do intervalo com um auxílio mais efetivo de Willian Arão, depois Ronaldo, na execução do 4-2-3-1 armado pelo interino Marcelo Salles. Diego lutou muito e liderou os companheiros, mas novamente atrapalhou o time em alguns ataques por reter demais a bola.

Ainda assim, foi um jogaço. O Corinthians ameaçando pela esquerda com Clayson e Danilo Avelar para cima de Pará. Mais o volume construído pelo meio-campo formado por Ralf, Junior Urso e Sornoza. O meia equatoriano responsável pelas bolas paradas que atormentaram o Fla no primeiro tempo e o volante mais fixo do 4-1-4-1 de Carille explodindo o travessão de Diego Alves em um chute espetacular.

O Flamengo equilibrou no final da primeira etapa com marcação mais ajustada e Gabriel Barbosa e Everton Ribeiro enfim fazendo Cássio trabalhar. A disputa seguiu parelha na segunda etapa, mas com Vagner Love complicando a vida de Léo Duarte e Rodrigo Caio nas viradas de pivô para a finalização. Mais um chute que fez Diego Alves trabalhar. Foram nove conclusões do time paulista, quatro no alvo. Sete do Fla, três na direção da meta de Cássio.

A mais precisa de Rodrigo Caio, que confirmou a classificação. Assistência de Everton Ribeiro, o grande destaque do setor ofensivo do Fla. Para tornar tudo ainda mais eletrizante, o assistente marcou impedimento inexistente e Leandro Vuaden precisou da ajuda do VAR para confirmar o gol único da partida. Minutos de ansiedade até a explosão rubro-negra no Maracanã. Também de Rodrigo Caio, execrado no São Paulo por uma questão ética em jogo contra o Corinthians e se redimindo a cada grande atuação no Fla. Com garra e liderança.

O time paulista, porém, não se rendeu e Boselli quase marcou do meio do campo na saída de bola. O argentino se juntou a Gustavo e Love na formação ultraofensiva que arriscou tudo em busca do gol salvador. Sem sucesso.

O Flamengo cumpre a meta principal à espera de Jorge Jesus. Com mais fibra que bola, porém superior na análise geral do confronto. Ponto positivo a questão anímica em um time que falhou tantas vezes em jogos grandes. Resta ao Corinthians o alento de uma grande evolução no desempenho que deve ser referência para Carille, especialmente em jogos fora de casa. É possível atacar mais.

Fica para o Brasileiro e a Sul-Americana. Porque é o Flamengo que segue vivo no mata-mata nacional.

(Estatísticas: Footstats)

Sobre o Autor

André Rocha é jornalista, carioca e blogueiro do UOL. Trabalhou também para Globoesporte.com, Lance, ESPN Brasil, Esporte Interativo e Editora Grande Área. Coautor dos livros “1981” e “É Tetra”. Acredita que futebol é mais que um jogo, mas o que acontece no campo é o que pauta todo o resto. Entender de tática e estratégia é (ou deveria ser) premissa, e não a diferença, para qualquer um que trabalha com o esporte. Contato: anunesrocha@gmail.com

Sobre o Blog

O blog se propõe a trazer análises e informações sobre futebol brasileiro e internacional, com enfoque na essência do jogo, mas também abrindo o leque para todas as abordagens possíveis sobre o esporte.

Mais Blog do André Rocha