Topo
Blog do André Rocha

Blog do André Rocha

Categorias

Histórico

Cuéllar deve jogar por necessidade do Flamengo ou merece banco?

André Rocha

27/08/2019 07h15

Foto: Jorge R. Jorge/BP Filmes

Gustavo Cuéllar está em Viamão, cidade onde o Flamengo está concentrado para o jogo contra o Internacional no Beira-Rio valendo vaga nas semifinais da Libertadores, feito que o clube nunca alcançou no formato atual do torneio – em 1981, 1982 e 1984 havia uma segunda fase com dois grupos de três equipes e os melhores de cada chaveamento disputavam a final.

O volante colombiano, antes ídolo incontestável da torcida e titular absoluto, perdeu moral e espaço com o treinador Jorge Jesus por voltar da Copa América disposto a sair, mesmo com contrato em vigor até 2022. Desejava a Europa, mas agora contenta-se com a proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, e força a barra para ser negociado.

Uma postura mais que questionável. Pouco inteligente em termos de gestão de carreira e também deixando a impressão de ser mal assessorado. O imbróglio provocou até uma nota oficial emitida pelo Fla comunicando o afastamento por tempo indeterminado depois que Cuéllar se recusou a viajar com o time para Fortaleza e ficou de fora da vitória por 3 a 0 sobre o Ceará.

Agora é reintegrado ao elenco por necessidade. Sem Willian Arão, suspenso, Jorge Jesus conta apenas com Piris da Motta para a função de volante. Um risco em jogo que deve ser disputado em intensidade máxima. Ainda assim não há garantia de titularidade do camisa oito rubro-negro.

Porque Jorge Jesus pode armar a equipe com apenas o paraguaio à frente da defesa. Voltando ao 4-1-3-2 com Everton Ribeiro, Gerson e De Arrascaeta como meias e Bruno Henrique e Gabriel Barbosa no ataque. Ou recuar Bruno pela direita e armar um 4-1-4-1 como na vitória de domingo no Castelão.

Disputas de mata-mata têm um componente emocional muito grande. Uma formação ofensiva com postura agressiva desde o início da partida pode intimidar o time gaúcho e também esfriar a torcida, não permitindo que se crie o clima de pressão que costuma acuar o visitante.

Por outro lado, a formação com Gerson por dentro nunca foi testada em partida oficial, até pela presença constante de Arão entre os titulares. A escalação mais ousada de Jesus foi a inicial, com Arão mais fixo à frente da defesa e Diego Ribas fazendo a função de meia central na linha de três. Gerson tem atuado pelos lados e, a rigor, é uma incógnita para a execução de um papel tão importante em jogo decisivo.

Jesus pode optar por mais segurança no meio, com Cuéllar e Piris. Até porque a força de ataque do Internacional de Odair Hellmann está em Edenilson e Patrick, meias de vigor físico, intensidade e presença no ataque. Se iniciar com dois volantes, o técnico português pode contar com um dos meias entre Everton Ribeiro, Gerson e De Arrascaeta como opção qualificada para o segundo tempo no Beira-Rio.

A informação dos bastidores em Viamão é de que o colombiano foi bem recebido pelos companheiros e também por Jorge Jesus. Mas depois de toda confusão e falta de profissionalismo em momento importante da temporada, Cuéllar merecia mesmo era iniciar no banco. Para se situar e entender que o clube não deve ser manipulado ao sabor das vontades do jogador e de seu "staff". Também por respeito aos que estão mobilizados e dedicados ao Flamengo.

No entanto, a necessidade do time dentro do planejamento da comissão técnica para uma partida tão decisiva deve estar em primeiro plano. Se Cuéllar estiver disposto e concentrado pode ser muito útil, como foi nos 2 a 0 da ida no Maracanã.

O que fará Jorge Jesus? A resposta virá na noite de quarta-feira, no "jogo da vida" para Flamengo e Internacional em Porto Alegre.

Sobre o Autor

André Rocha é jornalista, carioca e blogueiro do UOL. Trabalhou também para Globoesporte.com, Lance, ESPN Brasil, Esporte Interativo e Editora Grande Área. Coautor dos livros “1981” e “É Tetra”. Acredita que futebol é mais que um jogo, mas o que acontece no campo é o que pauta todo o resto. Entender de tática e estratégia é (ou deveria ser) premissa, e não a diferença, para qualquer um que trabalha com o esporte. Contato: anunesrocha@gmail.com

Sobre o Blog

O blog se propõe a trazer análises e informações sobre futebol brasileiro e internacional, com enfoque na essência do jogo, mas também abrindo o leque para todas as abordagens possíveis sobre o esporte.

Mais Blog do André Rocha