Topo
Blog do André Rocha

Blog do André Rocha

Categorias

Histórico

O leve Athletico pode ser fiel da balança e "decidir" em casa o Brasileiro

André Rocha

06/10/2019 08h04

Foto: Will Vieira / Estadão Conteúdo

A Copa do Brasil passou a ser disputada durante toda a temporada a partir de 2013. A final entre Flamengo e Atlético Paranaense aconteceu em novembro e o time carioca, campeão, terminou em 16º lugar no Brasileiro. Em 2017, para evitar essa dupla disputa e também o choque de interesses com as convocações para a seleção brasileira, a CBF antecipou para setembro a decisão do seu mata-mata.

O campeão Cruzeiro aproveitou bem o tempo maior para se dedicar aos pontos corridos e terminou em quinto. Na campanha do bi, com a final contra o Corinthians em outubro por conta da Copa do Mundo, a equipe mineira treinada por Mano Menezes não foi tão consistente e acabou na oitava colocação.

Uma posição à frente da atual do Athletico, campeão inédito da Copa do Brasil que, no novo formato, terá o maior número de rodadas apenas com o Brasileiro para disputar: dezenove, um turno inteiro. Sete a mais que o Cruzeiro de 2017, também campeão em setembro.

Mais tempo para aproveitar a leveza da meta alcançada e da vaga garantida na fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Sem grandes responsabilidades além de focar no desempenho e já planejar 2020, apesar do compreensível discurso exigente de Tiago Nunes, que não quer seu time a passeio até dezembro.

A prova é a campanha invicta em quatro jogos: dois empates e duas vitórias, a última por 2 a 1 sobre o Bahia na Fonte Nova. Com sorte pelas três bolas nas traves do goleiro Santos – duas de Gilberto, uma de Nino Paraíba. Mas também autoridade para controlar a posse de bola (53%) e finalizar mais: 13 a 11, cinco a quatro no alvo. As mais bem sucedidas de Marcelo Cirino, titular na vaga de Marco Rúben que foi liberado por conta da morte do pai, e Léo Cittadini.

Resultado que ajudou principalmente o São Paulo, que venceu o Fortaleza por 2 a 1 no Pacaembu e voltou ao G-6 na quinta colocação, mas também foi bom para Corinthians e Internacional, que empataram como visitantes com Grêmio e Cruzeiro, respectivamente, e se mantiveram acima do Bahia, que caiu para sétimo. Ou seja, o time paranaense já interferindo em zonas importantes da tabela.

E pode ser ainda mais o fiel da balança no campeonato. Tanto na disputa do título quanto na luta contra o rebaixamento. No próximo fim de semana enfrenta pela 25ª rodada na Arena da Baixada um Flamengo sem os lesionados Filipe Luís e De Arrascaeta e os convocados Rodrigo Caio e Gabriel Barbosa. Athletico sem o goleiro Santos, também a serviço de Tite, porém com time mais inteiro e boas possibilidades de tirar pontos do hoje líder.

Na 27ª rodada, o duelo também em seus domínios contra o Palmeiras, atual campeão e candidato ao bi. Na trigésima primeira recebe o desesperado Cruzeiro, afundado na zona de rebaixamento. Na penúltima, confronto com o Santos, terceiro colocado, novamente em Curitiba. Nesses duelos contra campeões em busca da taça ou fugindo do Z-4, só sai na 26ª para pegar o Fluminense, 16º colocado, no Maracanã.

Ou seja, o campeão da Copa do Brasil, fortíssimo como mandante, pode "decidir" o Brasileiro em sua casa. No topo e na rabeira. Sem a pressão por resultados nesse turno insano de dois jogos em quase todas as semanas até oito de dezembro. Quem resistir ao Furacão terá mais chance de sobreviver.

(Estatísticas: Footstats)

Sobre o Autor

André Rocha é jornalista, carioca e blogueiro do UOL. Trabalhou também para Globoesporte.com, Lance, ESPN Brasil, Esporte Interativo e Editora Grande Área. Coautor dos livros “1981” e “É Tetra”. Acredita que futebol é mais que um jogo, mas o que acontece no campo é o que pauta todo o resto. Entender de tática e estratégia é (ou deveria ser) premissa, e não a diferença, para qualquer um que trabalha com o esporte. Contato: anunesrocha@gmail.com

Sobre o Blog

O blog se propõe a trazer análises e informações sobre futebol brasileiro e internacional, com enfoque na essência do jogo, mas também abrindo o leque para todas as abordagens possíveis sobre o esporte.

Blog do André Rocha